A Grécia em crise nos mostra 5 oportunidades de ouro

yes-or-no-greece-again-on-the-brink-greek-debt-crisis-dispatch-1-1435946350

Todo mundo sabe que muitas oportunidades nascem das crises isso pode ser confirmado pelas várias histórias de pessoas que enxergaram no caos do mercado uma maneira de fazer algo diferente. Foi na turbulência do setor aéreo que David Neeleman viu a possibilidade de criar uma pequena empresa de aviação. E André Maggi quando viu Getúlio Vargas expulsando os latifundiários no sul do Brasil encontrou o ambiente ideal para deixar de ser peão e se tornar um homem de negócios. Temos duas maneiras de vermos a crise da Grécia, uma é olharmos assustados e procurando culpados, outra maneira é não apenas observarmos o desenrolar dos fatos, mas também tirarmos lições para o nosso dia-a-dia. A segunda opção é que vou procurar explorar rapidamente nas próximas linhas.

Após uma forte expansão do crédito eis a crise, caracterizada pela queda no faturamento e aumento nas despesas das empresas gregas resultando no desemprego e falências generalizadas no país. Neste quadro pintado o que se pensa é: salvar as empresas e empregar o povo. Daí então nasce as oportunidade:

Criar empresas capacitadas para otimizar processos de outras empresas com o objetivo de reduzir custos. E que também promova o aumento da produtividade dos empreendimentos.

Quanto aos empresários o foco deverá ser a diversificação de produtos/serviços e até de segmentos. Sempre mirando a recomposição da receita de tal maneira que ela não tenha queda brusca.

Empresas com estrutura menores podem ocupar fatias de mercados deixados por empresas maiores. Muitas vezes empresas que possuem grandes estruturas são lentas na ação de se adequar no novo ritmo do mercado.

 Se dedique em fornecer produtos e serviços de sua região sempre procurando estar o mais perto possível do seu consumidor. As pessoas num ambiente hostil não se entregam ao consumismos exacerbado, mas somente procuram produtos e serviços para a sua subsistência. Aí está uma oportunidade de ouro para os pequenos empreendedores atuarem nos segmentos de alimentação, transporte e educação.

Pequenos empreendimentos consolidados podem se unir para abocanharem mercados outrora dominados por gigantes. Grandes redes de negócio naturalmente terão que reduzir sua estrutura para conseguir passar pela crise.

Lembre-se o mercado sempre foi assolado por crises elas acontecem de tempos em tempos na década de 1870 por exemplo, ela foi provocada devido a expansão ferroviária. Em 1929, a mais famosa, foi fruto da superprodução da agricultura e da indústria ao passo que a de 1973 foi consequência da guerra entre Árabes e Israelenses. Já em 2000 a crise nasceu das empresas pontocom e agora em 2008 deve-se tudo a bolha imobiliária americana. É claro que aconteceram outras dezenas de crises pelo mundo a fora onde a moeda foi desvalorizada, importação e exportação subiram e desceram como também a demanda em vários momentos despencou.

No entanto, deveríamos tratar com certa naturalidade, embora isso seja extremamente difícil, o movimento de expansão e encolhimento do mercado. Porque parece ser o caminho normal do mercado. No caso da Grécia embora seja destacado na mídia a ineficácia do Euro, a irresponsabilidade das lideranças gregas e o peso do plano de austeridade, na verdade o mercado momentaneamente está hostil, mas é o clima ideal para o nascimento de grandes negócios por meio das cinco observações destacadas acima. Porém isso requer uma visão bem clara dos fatos por parte do empresário e também um espirito determinado a vencer e a trabalhar. E então você possui este espirito?

Por Daniel Júnior

 

 

3 thoughts on “A Grécia em crise nos mostra 5 oportunidades de ouro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>